Skip to content

5 dicas para melhorar a gestão financeira de seu consultório médico

5 dicas para melhorar a gestão financeira de seu consultório médico

Gestão financeira consultório médico

Ter uma boa gestão financeira em um consultório médico não é tarefa fácil, são muitas informações, detalhes e controles importantes para que a empresa mantenha a organização com as contas em dia, saldo positivo e principalmente regularizada com a Receita Federal.

Se ja não é um assunto fácil para grande parte dos gestores, imagine só para<strong> médicos e profissionais da saúde</strong> que possuem uma alta carga horária de trabalho e contam com pouquíssimo tempo para os assuntos administrativos e financeiros, além de ter pouco conhecimento aplicado na área de gestão e administração financeira.

Pensando nisso desenvolvemos 5 dicas voltadas para você médico e profissional da saúde que deseja otimizar a gestão financeira do seu consultório médico, vamos lá?!

1. Tenha um fluxo de caixa

Organize a entrada e saída de dinheiro.

Imagine que o dinheiro flui como água no caixa do seu consultório ao longo do dia, do mês e do ano e, para que você tenha controle da vazão dos recursos financeiros, precisa criar alguns filtros.

Gestão financeira consultório médico

O primeiro passo é separar quais destas transações são entradas de dinheiro no caixa (recebimentos de consultas, recebimentos dos planos de saúde, etc) e quais delas são saídas de dinheiro do caixa (pagamento da conta do aluguel, água, luz, telefone, etc).

Quando você tem controle sobre as entradas e as saídas você pode fazer um planejamento estratégico de acordo com os dados do fluxo de caixa.

Da mesma maneira as saídas de dinheiro. Quando você entende como – e onde – está gastando, pode reduzir custos desnecessários, fazer economias, e pode investir esses recursos em outras áreas mais interessantes.

2. Não misturar contas pessoais com as contas da clínica

Um dos erros mais comuns nos consultórios médicos é misturar contas pessoais com contas do seu consultório.. O ponto fundamental é entender que a empresa é uma coisa e o empresário é outra. Cada um possui suas contas pessoais e deve mantê-las de forma independente.

Para manter o controle financeiro de um consultório médico é necessário estabelecer um valor de retirada, que seja suficiente para pagar as contas pessoais, colocando essa retirada como uma despesa para a empresa.

O tratamento deve ser de pessoa física resolvendo suas contas e de empresário mantendo o controle financeiro do seu consultório ou clínica médica.

3. Tenha um sistema ERP para controlar os processos

Com um sistema ERP, é possível administrar todos os processos do consultório, economizando tempo e dinheiro, com o aumento da produtividade da equipe e melhoria do atendimento aos pacientes. Como qualquer negócio, o consultório médico tem que fazer o controle rigoroso das entradas e saídas de dinheiro e cumprir suas obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias para não correr o risco de ser penalizado pela Receita Federal por inconsistência ou sonegação de informações relativas à movimentação financeira.

Gestão financeira consultório médico

Com a utilização de crédito e políticas de recebimento e de pagamento a prazo, é comum que o profissional de saúde tenha conhecimento das contas a pagar e a receber no futuro.

Dessa forma, você pode facilmente projetar estas transações no seu fluxo na respectiva data de realização (pagamento ou recebimento) e saber, no mês presente, qual será o fluxo de caixa dos meses seguintes.

4. Inove sua agenda

Aquela agenda de papel, além de não ser nada prática, pode gerar confusão, principalmente na hora de desmarcar consultas e encaixar pacientes. A alternativa para isso é adotar um bom sistema informatizado, que facilite a organização dos horários e que possa ser visualizado até pelo smartphone ou pelo tablet.

A agenda eletrônica evita que a secretária cometa erros como marcar dois pacientes no mesmo horário, por exemplo. Além disso, os próprios médicos podem acessar os seus horários de atendimento de qualquer local em que estiverem.

A adoção de uma agenda eletrônica permite consultar os dados dos pacientes rapidamente e verificar as prescrições realizadas anteriormente. Assim, a consulta é mais direcionada, auxiliando no atendimento.

5. Contrate uma contabilidade especializada em profissionais da saúde

Como qualquer empresa, um consultório ou clínica médica tem necessidade de um bom contador, desde a abertura da empresa até o acompanhamento de suas atividades. O contador é o profissional que pode tirar todas as dúvidas durante o funcionamento da empresa, sendo também o responsável pela legalização do estabelecimento junto aos órgãos de fiscalização e controle, além de ser também o melhor consultor para questões tributárias, trabalhistas e fiscais.

Gestão financeira consultório médico

Uma contabilidade especializada em profissionais da saúde também poderá orientar quanto aos melhores procedimentos para o controle financeiro da seu consultório médico, mantendo em dia todas as responsabilidades com os tributos e as contribuições a recolher, mantendo assim, toda a burocracia de forma organizada para que o profissional médico possa se preocupar com a atividade fim de sua clínica.

Como anda o controle financeiro de seu consultório médico?
Temos soluções completa para seu consultório, desde o controle financeiro
até a gestão 
contábil do seu negócio.

Gestão financeira consultório médico

SAIBA MAIS SOBRE NOSSOS PLANOS E SERVIÇOS PARA SEU CONSULTÓRIO.

Acesse, conheça e evolua!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp
Fale conosco