Skip to content

O que é o fluxo de caixa e as vantagens de aplicá-lo no seu negócio

O que é o fluxo de caixa e as vantagens de aplicá-lo no seu negócio

Nas operações do dia a dia de uma empresa, a organização financeira é fundamental. Para isso, o empresário conta com um instrumento básico de planejamento e controle financeiro, denominado fluxo de caixa.

Com esta ferramenta é possível acompanhar detalhadamente toda a movimentação de valores da sua empresa, com base na entrada e saída de dinheiro. Geralmente, o processo de análise ocorre em períodos mensais, tendo como avaliação final o balanço anual.

O objetivo dessa ferramenta é apurar e projetar o saldo disponível para que exista sempre capital de giro, para aplicação ou eventuais gastos. Confira suas principais vantagens:

Controle Financeiro

Ao organizar todas as receitas e despesas de acordo com data e categoria, é possível ter uma visão clara de todas as movimentações que ocorreram no período em questão.

Tomada de decisões e ganho de eficiência

As informações contidas no fluxo de caixa podem ser utilizadas para verificar quais fontes de receita estão se destacando mais e direcionar ações de marketing e vendas, por exemplo. Além disso, é possível identificar despesas desnecessárias ou que podem ser reduzidas, sem prejudicar a operação. A economia gerada com este corte pode ser redirecionada para outras áreas que estejam precisando de investimento.

Com estas pequenas ações, sua empresa pode ganhar eficiência ao otimizar processos e investir em áreas importantes para o crescimento sem aumentar os seus gastos.

Planejamento Financeiro

Tendo conhecimento de todas as movimentações financeiras mensalmente, é possível utilizar estas informações como base para criar projeções e realizar seu planejamento financeiro. Do lado das receitas, isso é importante para estabelecer metas de crescimento e acompanhar os resultados. Já do lado das despesas, o fluxo de caixa permite verificar se a empresa terá dinheiro o suficiente para honrar com todos os seus compromissos ao longo do mês.

Quer ver na prática?

Imagine uma empresa de serviços que está em fase inicial de operações e ainda não possui um montante significativo de dinheiro em caixa para cobrir eventuais necessidades.

Os seus contratos mensais com clientes tem como data padrão de vencimento todo dia 10. No entanto, as despesas com folha de pagamento concentram-se no 5º dia útil de cada mês, então nesta data você ainda não tem dinheiro em caixa o suficiente para fazer os pagamentos.

No caso da utilização de meios de pagamento, como boleto bancário ou cartão de crédito, existe um prazo entre a data que o cliente realizou o pagamento e a data em que efetivamente o pagamento será compensado na conta corrente da empresa. Neste exemplo, vamos considerar o prazo D+2 (ou seja, prazo de recebimento de 2 dias úteis) que é o mais comum para pagamento através de boleto bancário.

Sem um planejamento financeiro adequado, a empresa terá grandes problemas ao perceber na data próxima ao pagamento dos salários que não possui dinheiro suficiente para realizá-lo.

Utilizando o fluxo de caixa, é possível verificar este problema e rapidamente traçar soluções, como por exemplo, fazer uma antecipação de recebíveis no seu banco ou renegociar a data de recebimento dos seus clientes.

Assim, evitamos dores de cabeça e problemas decorrentes da falta de planejamento!

Possui mais alguma dica ou sugestão? Deixe sua contribuição aí nos comentários!

Se tiver alguma dúvida entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar.

www.zipcontabilidade.com.br
[email protected]
(35) 3533-3800

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp
Fale conosco