Skip to content

Como montar uma estratégia de marketing digital para pequenas empresas?

Como montar uma estratégia de marketing digital para pequenas empresas?

O número de pequenos negócios no Brasil não para de aumentar. De acordo com um levantamento do Sebrae, em 2019, o país contava com 20 milhões de empreendimentos e destes 70% eram pequenos negócios, cerca de 13,5 milhões de empresas. Para se destacar e crescer, o marketing digital para pequenas empresas é um aliado importantíssimo.

Embora muitos pequenos empresários acreditem que, por seus negócios não serem grandes, não há a necessidade de estarem na internet, a verdade não é bem assim. Hoje, o Brasil tem 134 milhões de internautas, o que significa uma média de 3 em cada 4 pessoas navegando na rede. E, é claro, que entre essas pessoas também estará o seu consumidor.

Outro ponto sensível é a mudança de comportamento do consumidor – uma tendência que já está ocorrendo há anos, mas foi intensificada com a pandemia. Hoje, as pessoas pesquisam mais na rede antes de comprarem produtos e serviços, comparando itens, analisando marcas e avaliando as empresas.

Diante de tudo isso, você se sente um pouco perdido na hora de montar uma estratégia de marketing digital para sua pequena empresa? Siga conosco!

Por que o marketing digital é importante?

Depois de ler a introdução, você já deve ter notado que estar fora da internet é um erro significativo na hora de alavancar a sua marca. Afinal, é nela que as pessoas pesquisam por novos produtos, serviços, marcas e soluções – e podem descobrir o seu negócio, oferecendo exatamente o que elas precisam, bem pertinho de casa.

Além disso, o marketing digital traz uma série de vantagens para as pequenas empresas, como:

· é possível medir em detalhes os resultados de cada campanha e saber o que funciona ou não, investindo apenas nas ações que trazem retorno e otimizando o seu orçamento;

· você consegue criar campanhas e estratégias extremamente segmentadas, focando em atrair e converter apenas as pessoas que sejam interessantes para o seu negócio e alinhadas com o seu perfil de cliente;

· existem várias estratégias eficientes com custo baixo, que conseguem atrair potenciais clientes para o seu site por tempo indeterminado, mesmo depois de você já ter pago pelo investimento, como é o caso da geração de conteúdo e atração de tráfego orgânico. Após meses e até anos que um conteúdo foi publicado, ele continuará atraindo mais pessoas para sua empresa, sem que você tenha de investir mais dinheiro nele;

· uma boa estratégia de inbound marketing aliada ao marketing de conteúdo consegue gerar audiência para o seu site e possibilita construir uma base de contatos para disparar e-mails, promoções etc. e melhorar o relacionamento com essas pessoas, mantendo a sua marca sempre viva na memória delas;

· as estratégias digitais ajudam a posicionar melhor a sua empresa, diferenciando a sua marca da concorrência;

· o marketing digital apresenta ótimo custo-benefício, pois é possível ter bons resultados mesmo com orçamentos mais baixos.

Como montar a estratégia de marketing digital para pequenas empresas?

Para montar uma estratégia de marketing digital para pequenas empresas que seja realmente eficiente, é preciso passar por alguns pontos básicos, que ajudarão a direcionar as ações de maneira mais acertada.

Por exemplo:

1) Definição dos objetivos: avaliando o que você deseja conseguir com as ações digitais e em quanto tempo (aumentar as vendas, aumentar a base de leads, melhorar a lembrança e o posicionamento da sua marca etc.);

2) Definição das personas: entender quem forma o público-alvo do seu negócio, por meio de um perfil mais bem estruturado que alie dados geográficos, econômicos e também comportamentais (como renda, idade, localização, mídias que mais consome, principais problemas e dores, o que busca em uma empresa como a sua, linguagem etc.);

3) Definição do orçamento: é importante saber o quanto você pode investir e, principalmente, se este orçamento é compatível com seus objetivos e com o tempo de retorno que você espera;

4) Otimização do site: o site institucional é o passo mais básico em qualquer estratégia de marketing digital e precisa estar otimizado para conseguir ficar bem ranqueado no Google para as principais palavras-chave do seu setor e ainda oferecer uma boa experiência ao usuário. Isso significa um design responsivo, boa navegabilidade, cores e fontes agradáveis, informações precisas, formas de contato claras, entre outros pontos;

5) Criação e desenvolvimento do blog institucional: o blog é outro aliado fundamental das estratégias de inbound marketing e marketing de conteúdo. É por meio dele que sua empresa ficará mais bem classificada no Google, atraindo pessoas interessadas no que você vende e captando o contato delas. Será preciso criar o blog aliado ao site institucional e definir um calendário de postagens, com temas de acordo com o perfil da sua persona e as palavras-chaves do seu setor;

6) Captação e nutrição dos leads: além do blog, pode ser interessante aliar outras estratégias para captar os contatos dos leads, como os materiais ricos e landing pages. A partir do contato de e-mail dessas pessoas, será possível iniciar uma estratégia de nutrição, enviando e-mails estratégicos com dicas de conteúdos, vídeos e outras informações que auxiliem essa pessoa a entender melhor seus produtos e sua empresa e decidir comprar de você;

7) Desenvolvimento de estratégias nas mídias sociais: além do blog, a presença nas redes sociais que seus clientes usam também é importante. Será preciso planejar postagens para elas e é possível usar esse canal para compartilhar os conteúdos do seu blog ou do seu site, atraindo os usuários para esses canais próprios.

É claro que essas são ações básicas – e cada uma delas precisa de um estudo aprofundado, considerando o seu público, as características da sua empresa e também o seu setor de atuação.

O que medir e quais as melhores métricas para minha estratégia?

As métricas são os indicadores que mostram se suas ações e estratégias têm tido os resultados esperados. Portanto, cada estratégia e objetivo a ser alcançado possui métricas próprias – e não existe uma “receita de bolo” que funcione com todo mundo.

De qualquer forma, a dica é sempre evitar as métricas da vaidade, ou seja, aquelas que não estão ligadas a nenhum tipo de retorno. Por exemplo, muitos gestores gostam de analisar quantas pessoas curtiram determinada publicação em uma rede social ou quantas pessoas estão seguindo as páginas da empresa.

Embora essas sejam métricas interessantes, sozinhas elas não trazem muita informação. Pois é possível que você tenha várias curtidas em uma postagem e muitos seguidores, mas essas pessoas não sejam o público do seu negócio, não estejam engajadas com a sua marca ou não desejem comprar de você.

Então, o que medir? Boas ideias são:

· retorno sobre o investimento (ROI), mensura a renda de determinada campanha, considerando o quanto foi investido e o quanto trouxe de retorno, descobrindo se vale a pena continuar com as estratégias;

· custo de aquisição por cliente (CAC), permite descobrir o quanto é necessário investir para ganhar um novo consumidor, descobrindo o custo-benefício das suas ações;

· custo por clique (CPC), demonstra o gasto com a operação de anúncios, e você consegue saber esse valor antes de colocar sua propaganda no ar;

· tráfego, ou seja, quantas pessoas estão visitando as suas páginas;

· taxa de conversão, que demonstra quantos usuários realizaram determinada ação importante na sua estratégia, como assinar uma newsletter, baixar um e-book ou comprar de você.

Como diferenciar meu pequeno negócio da concorrência?

O marketing digital é um aliado importante na hora de diferenciar o seu pequeno negócio dos demais. Isso porque ele permite criar um relacionamento mais próximo com seus clientes ou possíveis clientes, colocando a sua marca como uma verdadeira “amiga”.

Humanização da marca

Quando você desenvolve conteúdos ricos e informativos e os distribui de graça no seu blog, por exemplo, está ajudando as pessoas a resolverem problemas, sem que elas tenham que pagar nada ao seu negócio. Isso gera uma percepção diferente da sua marca.

Além de ser vista como uma empresa diferenciada e humana, o seu negócio ainda começa a ser encarado como um especialista no assunto diante dos usuários que acessam seus canais de informação. Assim, quando eles precisarem de produtos ou serviços semelhantes ao que você vende, há mais chances de eles comprarem e continuarem comprando de você, do que migrarem para a concorrência (mesmo que ela tenha preços mais baixos, por exemplo).

Relacionamento e fidelização

Outro ponto importante é o relacionamento via e-mail marketing. A nutrição de leads ajuda a preparar as pessoas para a compra, oferecendo informações importantes que resolvam as dúvidas e incertezas que elas podem ter e que as impedem de comprar.

Mas não é só isso. Esse contato constante faz com que a sua marca se mantenha viva na mente dessas pessoas – aumentando o nível de fidelização e a taxa de recompra, além do ticket médio.

Esse relacionamento que o marketing digital proporciona é fundamental para fazer com que a sua pequena empresa crie um posicionamento forte, ganhe seguidores, fãs e pessoas que acreditam no seu trabalho, confiam nele e ainda indicam a sua empresa para os amigos e familiares.

Qual a importância de uma agência especializada nesse processo?

Agora que você já descobriu como montar uma estratégia de marketing digital para pequenas empresas e viu todos os benefícios que essas ações conseguem trazer, deve estar claro a importância de contratar uma agência de marketing, não é mesmo?

A parceira conseguirá entender melhor seus objetivos, o seu mercado e o seu público, criando estratégias certeiras que ajudem a conquistar essas metas e também otimizando as ferramentas, tanto em termos de construção de site, blogs e páginas nas mídias sociais, como na automação de marketing, por exemplo a captação e nutrição dos leads.

Com a agência certa ao seu lado, será muito mais fácil atingir os objetivos esperados e aumentar os seus resultados, fortalecendo a sua pequena empresa e ajudando-a a crescer.

Já sabe tudo sobre marketing digital para pequenas empresas? Ajude seus amigos gestores: compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp
Fale conosco