Skip to content

Tire suas dúvidas sobre emissão de nota fiscal de serviços

Tire suas dúvidas sobre emissão de nota fiscal de serviços

Toda empresa precisa fazer emissão de nota fiscal e, se não o fizer, está praticando sonegação. Para diminuir a burocracia, surgiu a nota fiscal de serviço eletrônica (NFS-e). Ela permite que tudo seja feito pela internet, o que agiliza o processo e reduz custos.

Mesmo com a maior facilidade, a emissão de nota fiscal ainda é um assunto que suscita muitas questões. Como emitir? Que tipo de erros devo evitar? Como funcionam os impostos?

Pensando nisso, criamos este post para tirar as principais dúvidas em relação à emissão de nota fiscal. Acompanhe!

Como fazer a emissão de nota fiscal de serviços?

Como dissemos no começo deste artigo, atualmente, toda emissão de nota fiscal pode ser feita eletronicamente. O principal ponto a ser levado em consideração na hora de emitir a NFS-e é a necessidade de entrar no site da Prefeitura da cidade em que seu negócio está localizado.

Com isso, não existe um padrão e cada prefeitura construiu o seu sistema de emissão de nota. Portanto, é preciso seguir as orientações que estão no site para emitir o documento.

Diversas prefeituras já permitem a integração de seus sistemas com os serviços de contabilidade online. Nesses casos, a emissão fica muito mais fácil, pois pode ser feita pela própria plataforma do serviço de contabilidade.

Além disso, é preciso estar atento às exigências de segurança da Prefeitura. Algumas exigem o certificado digital, que é uma espécie de identidade eletrônica que permite fazer uma assinatura digital, dando mais segurança ao processo. Nesse caso, é preciso adquiri-lo e renová-lo anualmente.

Quais são os erros mais comuns relacionados à emissão da nota fiscal?

Em primeiro lugar, não deixe para fazer a emissão da nota no último momento. Dependendo da prefeitura, podem ocorrer instabilidades no site que atrasam o processo. Por isso, seja precavido e certifique-se de que você tem um tempo extra para isso.

Quanto à emissão da nota em si, é preciso tomar cuidado no seu preenchimento e conferir todos os dados antes da emissão. Qualquer erro pode gerar inconsistência. Assim, embora o recurso de “autocompletar” seja útil e poupe tempo, cheque as informações com cuidado redobrado.

Além disso, o Fisco exige que as empresas armazenem suas notas fiscais por um período de, no mínimo, cinco anos mais o ano em andamento. Vale destacar que a obrigação diz respeito tanto às notas emitidas quanto às recebidas. Portanto, organização e cuidado no armazenamento são uma necessidade para qualquer empresário.

Como funciona o pagamento do ISS?

Uma das principais obrigações tributárias do prestador de serviço é o pagamento do ISS (Imposto Sobre Serviços), que é de competência dos municípios e do Distrito Federal. A alíquota varia de acordo com o município e com o serviço prestado, mas, de maneira geral, costuma ficar entre 2% e 5%.

O fato gerador do ISS é a prestação do serviço, conforme a legislação do município. Por isso, é preciso consultar a relação específica de serviços da sua cidade.

Como dissemos, o cálculo depende da alíquota aplicada, mas se dá em cima da receita bruta da prestação de serviço. Para os prestadores optantes do Simples Nacional, nos casos previstos, em lei o recolhimento deve ser feito pelo tomador. Para isso, a alíquota aplicável deve constar na nota fiscal de serviço.

Se houver valor retido, não há incidência de ISS no Simples Nacional. Caso o percentual recolhido seja inferior ao devido, a diferença deverá ser paga pelo prestador.

Vale destacar mais uma vez que a retenção do ISS precisa estar prevista na legislação do município em que o serviço for prestado. Caso contrário, o tomador não deve recolher o imposto.

Agora você já sabe como funciona e emissão de nota fiscal e pode realizar esse procedimento com muito menos chance de errar e comprometer a saúde do seu negócio. É importante lembrar que a contabilidade da empresa é um assunto sério e complexo. Por isso, conte sempre com o auxílio de profissionais da área, que são especializados e capacitados para isso.

Gostou do nosso artigo? Siga as nossas redes sociais e acompanhe outros conteúdos relevantes para você! Estamos no Facebook e no Instagram!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp
Fale conosco