Skip to content

Qual a importância da gestão tributária para uma empresa?

Qual a importância da gestão tributária para uma empresa?

Com tantos tributos a serem pagos e inúmeras leis, a gestão tributária é um assunto que gera insegurança em muitos empresários. Mesmo porque, deixar de pagar os impostos, é algo que pode incorrer em autuações e multas. E pagar mais tributos do que o necessário, não é indicado para o caixa de nenhuma empresa.

Atualmente, com o surgimento do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), a gestão tributária se tornou ainda mais relevante, uma vez que o SPED exige informações mais detalhadas por parte das empresas.

Quer entender melhor o tema? Siga conosco!

O que é gestão tributária?

A gestão tributária é o gerenciamento dos aspectos tributários de uma empresa, visando adequação e planejamento, controlando as operações que têm relação direta com a incidência de tributos.

Dessa forma, podemos entender que a gestão tributária foca em administrar todos os aspectos tributários da empresa, cuidando dos impostos, taxas e contribuições relacionadas às obrigações principais e às obrigações acessórias.

O principal objetivo da gestão tributária é proporcionar mais segurança jurídica à empresa, garantindo que o gestor está pagando o mínimo possível de impostos e se aproveitando corretamente dos benefícios fiscais.

Qual a importância da gestão tributária?

A compliance é a atividade que assegura que determinada empresa está cumprindo todas as imposições dos órgãos de regulamentação e seguindo os padrões exigidos para sua área de atuação. Isso vale para diferentes esferas como fiscal, trabalhista, contábil, financeira, ambiental, jurídica etc.

Assim, para atingir a compliance, a gestão tributária é fundamental, porque garante que a empresa está em dia com seus impostos, reduzindo ao máximo os riscos do negócio sofrer com problemas relacionados aos órgãos fiscais.

Quando bem realizada, a gestão dos tributos é essencial para: evitar recolher valores indevidos ou em carga tributária maior que o necessário, evitar a aplicação de multas por atraso na entrega ou pagamento incorreto das obrigações tributárias e evitar a aplicação de Auto de Infração e Imposição de Multa (AIM) por irregularidades em suas operações tributárias.

Quais os benefícios da gestão tributária?

Só pelo tópico acima, já deu para notar que esse é um assunto de extrema importância para empresas de todos os setores e portes, não é mesmo? Quando essa gestão é realizada de maneira eficiente, ainda é possível trazer benefícios adicionais aos negócios. Vamos ver os principais.

Enquadramento tributário acertado

Existem, basicamente, 3 tipos de regimes tributários no Brasil: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Cada um desses têm suas próprias indicações, vantagens e desvantagens.

O auxílio de um especialista permitirá enquadrar a sua empresa no regime tributário mais acertado considerando pontos como o faturamento anual, o setor em que se enquadra, o lucro obtido, as despesas operacionais, os custos com mão de obra, entre outras questões.

O enquadramento correto é essencial para ajustar a carga tributária paga e também poder pleitear benefícios e isenções fiscais.

Redução de custos

Qual empresa não gostaria de gastar menos com a carga tributária? Essa é uma possibilidade quando se realiza o planejamento tributário. Afinal, por meios legais, é possível avaliar as maneiras certas de reduzir os impostos, reaver crédito tributário, pleitear reduções de alíquotas, imunidades e isenções fiscais. Tudo, claro, sempre de acordo com as possibilidades legais.

Segurança jurídica

A segurança jurídica é um dos principais benefícios da gestão tributária. Pois, você terá a certeza de que a sua empresa está em dia com as suas obrigações fiscais.

Infelizmente, a legislação tributária no Brasil é bastante extensa e continuamente passa por revisões e atualizações. Isso significa que o que era legal há alguns anos, pode não ser mais. A gestão tributária, portanto, deve acompanhar essas alterações.

Além disso, é válido lembrar que uma empresa está sempre envolvida em diferentes operações que se relacionam com clientes, fornecedores e funcionários – e em todas essas transações a carga tributária está presente, sendo importante entender cada um desses pontos para agir dentro da lei.

Planejamento estratégico

Com as informações tributárias organizadas e acessíveis, o gestor tem mais facilidade para planejar a questão tributária de maneira estratégica. Isso é fundamental em diferentes cenários, antevendo impostos que devem ser pagos e até, por exemplo, pensando em quais ações tomar mediante a carga tributária.

Na hora de lançar um novo produto no mercado, o gestor pode analisar o impacto tributário que essa ação terá, reavaliar o regime tributário ou até alterá-lo, caso isso traga vantagem ao empreendedor. Esse planejamento também pode ser feito na hora de expandir o negócio, abrindo novas filiais.

Mas para conseguir fazer isso é indispensável conhecer a fundo os dados da sua empresa, entendendo quais são os impostos pagos, as características do regime tributário adotado, o lucro obtido, entre outros.

Lembrando que o excesso de tributação, muitas vezes, pode inviabilizar determinadas operações e cabe ao gestor torná-las possível, em termos de custos, dando continuidade a determinados produtos e serviços, em um preço compatível ao mercado.

Como um contador pode lhe ajudar?

Um bom parceiro contábil é extremamente indicado para realizar a gestão tributária. Afinal, esse profissional conhece a fundo as leis tributárias e está atualizado mediante as alterações e atualizações das legislações.

O ideal é que o contador esteja presente desde a abertura da empresa, ajudando a organizar a gestão tributária logo nos primeiros passos do negócio – e acompanhando o seu crescimento.

Mas se isso não foi feito, é possível contratar esses serviços mesmo com a empresa já funcionando e, a partir da gestão dos tributos, “organizar a casa”, colocando a empresa rumo ao crescimento certo.

Alguns dos serviços que ajudam a otimizar a gestão de tributos são:

· compliance: acompanhamento contínuo relativo às atualizações em normas e o monitoramento constante a fim de evitar desvios, falhas humanas e incongruências, prevenindo fraudes e estando alinhado com as obrigações impostas pela Receita Federal;

· auditorias preventivas: profissionais da área contábil e jurídica atuam juntos analisando todas as informações fiscais da empresa. A finalidade é garantir que tudo está dentro do esperado para quando os órgãos fiscais realizarem alguma verificação não encontrarem discrepâncias. Se algo fora do normal for encontrado durante as auditorias, é possível reparar o erro antes de uma verificação oficial dos órgãos competentes;

· planejamentos: com o planejamento tributário é possível fazer a empresa pagar o mínimo possível de tributos, mas sem sair da legalidade. Também permite planejar passos importantes para o negócio e os impactos tributários dessas ações, inclusive com atitudes que evitem a incidência de impostos.

Neste conteúdo, você aprendeu que a gestão tributária é fundamental para todas as empresas de diferentes portes e setores, porque ajuda os gestores a terem mais segurança jurídica, ao mesmo tempo em que favorece a redução de custos.

Se você ainda não realiza a gestão tributária profissional na sua empresa, que tal começar agora?

Nós, da Zip Contabilidade, podemos lhe ajudar. Prestamos diferentes serviços de contabilidade de maneira totalmente online, como gerenciamento de folhas de pagamento, impostos e relatórios gerenciais. Acesse e descubra como nossos serviços podem contribuir para o crescimento do seu negócio!

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp
Fale conosco