Veja 6 formas de reduzir custos da empresa!

Em um contexto mercadológico incerto, onde tem crescido a competitividade e as exigências do mercado consumidor, estratégias de gestão focadas em qualidade e resultados são medidas urgentes. Por isso, reduzir custos da empresa deve ser uma das metas fixas de qualquer negócio, independente do seu porte ou ramo de atuação.

Tal estratégia não deve ser vista apenas como uma medida de emergência em situações de risco. Pelo contrário, ela deve ser considerada como uma etapa do planejamento anual da empresa, focando no objetivo de ter mais recursos para investimentos em inovação, melhorias nos produtos, serviços e, consequentemente, no crescimento do negócio.

Neste post, separamos algumas dicas práticas que podem ser implementadas na sua empresa como parte de um processo de planejamento para redução de custos. Acompanhe!

1. Faça um diagnóstico empresarial

O diagnóstico empresarial visa proporcionar uma análise ampla das atividades. Ele ajuda a responder o que pode ser feito na empresa, como agir para melhorar os resultados, quais são as modificações necessárias para aumentar a rentabilidade, quais ações devem ser implementadas a médio e longo prazo, entre outras perguntas estratégias importantes no contexto de gestão e tomada de decisões.

Com um diagnóstico adequado, a empresa encontra as respostas para perguntas importantes. Tal ação permite traçar objetivos e metas realistas, estipulando prazos para execução e alcançando melhorias relevantes para o negócio.

É importante ter em mente que o diagnóstico é um instrumento muito importante na gestão, uma vez que qualifica o processo de tomada de decisões e ajuda na identificação de gastos desnecessários e que podem prejudicar os resultados organizacionais.

2. Revise os processos

Um dos grandes vilões dos custos em organizações empresárias são processos ineficientes. Isso significa que, quanto mais ineficaz for a rotina dentro da empresa, maiores serão os gastos com energia elétrica, horas extras e custos de uma forma geral. Até mesmo eventuais falhas e a necessidade de repetir algumas tarefas acaba impactando diretamente nas finanças do negócio.

Por outro lado, quando mais eficiente for o trabalho e mais dinâmicos forem os processos, menores serão os custos, já que as atividades serão executadas de maneira mais inteligente e otimizada. Portanto, a segunda dica é: revise os processos da sua empresa! Identifique gargalos, etapas desnecessárias, eventuais oportunidades de melhoria e invista no aperfeiçoamento de todos os seus seus processos.

3. Invista em tecnologia e automação

Muitas empresas têm dificuldade de perceber o quanto algumas tarefas repetitivas são prejudiciais para a eficiência e as finanças do negócio. Esse tipo de tarefa não precisa acontecer e pode ser facilmente substituída por inteligência tecnológica e automação.

Hoje, em muitas situações, estas atividades não precisam ser realizadas por funcionários, já que os sistemas emitem documentos de forma automatizada e arquivam as informações na nuvem, inclusive elaborando relatórios em poucos segundos.

A situação acima é apenas um exemplo, mas a automação pode ser aplicada no envio de e-mails para clientes, no processo de vendas e, até mesmo, na gestão financeira da empresa. Com tecnologia e estratégia é possível reduzir custos, realocar funcionários para setores estratégicos e investir no crescimento do negócio.

4. Analise e reduza os pequenos gastos

Você já deve ter ouvido falar que os pequenos gastos fazem toda a diferença no seu orçamento. Essa afirmação é tão real que separamos um tópico para tratar exclusivamente do assunto.

Pode acreditar, é possível reduzir significativamente os custos da sua empresa apenas observando e reduzindo pequenos gastos do dia a dia. A substituição de copos plásticos por canecas de vidro, a utilização de lâmpadas de LED, a gestão atenta e o controle na realização de impressões e fotocópias, o cuidado com o uso do telefone e o planejamento com relação ao estoque são apenas alguns exemplos.

Atentar-se para as despesas pequenas e conscientizar os seus funcionários com relação a redução de custos pode fazer toda a diferença nas finanças do negócio, criando um ambiente favorável para o aumento da lucratividade o que poderá beneficiar a todos envolvidos.

5. Negocie com os seus fornecedores

A quinta dica está diretamente relacionada com os seus fornecedores. Pode não parecer, mas a relação mantida com os seus fornecedores e a gestão de compras são muito importantes na redução de custos.

E isso não significa contratar apenas os fornecedores que oferecem o menor preço. Pelo contrário, você deve sim renegociar preços, mas muito mais que isso, é essencial negociar prazos, priorizar a qualidade do serviço ou produto e investir em uma parceria a longo prazo.

Diversificar os fornecedores também é importante, já que essa medida reduz o risco de ficar sem produto no seu estoque caso um dos fornecedores tenha algum problema e não consiga lhe entregar o item dentro do prazo acordado.

Relacionar-se de forma inteligente e ter “cartas na manga” podem fazer toda a diferença nas finanças da sua empresa, contribuindo para a melhoria dos resultados e o desenvolvimento de parcerias a longo prazo.

6. Busque suporte do setor contábil

A contabilidade deixou de ser uma atividade burocrática para ocupar um papel estratégico dentro das empresas. O conhecimento e as informações contábeis do seu negócio são extremamente importantes para o processo de planejamento e tomada de decisões, inclusive no que diz respeito à redução de custos.

Infelizmente, muitos empreendedores ainda não usufruem dos benefícios e da inteligência que a contabilidade pode oferecer para seus negócios e acabam perdendo a oportunidade de agregar valor e qualificar suas decisões.

Além de ajudar a entender a situação da empresa, a contabilidade pode atuar conjuntamente na elaboração das metas para redução de custos, na análise de regime de tributação e na identificação de gargalos que possam estar comprometendo as finanças do seu negócio. Invista em inteligência contábil e garanta o crescimento da sua empresa.

Como você pode ver, pequenas ações podem fazer toda a diferença na redução de custos da sua empresa. Comece pelo diagnóstico empresarial e revisão dos processos. Entender a sua empresa e a dinâmica do negócio é o primeiro passo.

Depois, invista em soluções, ferramentas tecnológicas bem implementadas vão ajudar na automação e otimização de tarefas. Além disso, analise os pequenos gastos, negocie com os seus fornecedores e, principalmente, busque o suporte de uma assessoria contábil especializada.

Você quer reduzir os custos da sua empresa e criar um cenário favorável para o crescimento do seu negócio? Entre em contato com a Zip Contabilidade e descubra como podemos ajudá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *